about

CADAVER EM TRANSE São Paulo, Brazil

contact / help

Contact CADAVER EM TRANSE

Streaming and
Download help

Track Name: Mascara
Nunca saber a máscara, mesmo ao sentir o toque.
Em tempos de ódio e tempos de amor, percepção fracassada,
memórias de dor.

O corpo se entrega ao fracasso ao redor
A face, enrugada pelo horror o horror

As relações apodrecem o espírito, exposto ao próprio fim,
Ironizado o desperdício, inevitável cansaço, ruidosas paixões.

Agora, memórias de erros.

As massas
Em tempos de ódio, tempos de amor
As massas,
Em tempos de ódio, tempos desgastos.
A máscara,
Enrugada pelo horror, o horror.
Track Name: Confinado
Confinado, confinado, confinado
Ao vai e vem do concreto
Respiro a fuligem, canso a mente
Vou ao nada

Falido e condicionado à máquina,
Preso, cego, emprego - vida robótica,
Pobre, aniquilado o sonho - cansaço crônico,
Abandono de si empregado - anula a alma.

Confinado, confinado, confinado
Ao bem-estar da conveniência
Vivo em outro a imagem que vi,
Colorida e plástica!
Track Name: Estado De Sítio
Só há uma porta aberta e o flagelo corre mais do que nós
As noites são terríveis, e os dias de angústia previsíveis

Pedimos prazeres forçados
Tudo sentimos, matamos idéias
Aceitamos essa vida fria
Como refugiados sob o domínio da peste

Tudo se fixa, nãos mais sentimos a antiga doçura do vento
Ignorados pela natureza, estamos a sós, nós e a peste
Até que a última porta se feche
Track Name: Carneiro
A sós, em meio às sombras
Sem cura, selvagem
Do fogo, queimando
As vozes, às vezes escuras

Lá fora, eterno no ar
Track Name: Running Like Ghosts
Walking like ghosts
In a land
That's not mine, and never will
Following their rules
That lead us
Nowhere to run, nowhere to ride

Keep running like ghosts
In this world of invisible enemies
Track Name: Take A Look
Take a look at the city, taken by beauty
Inside of me a cold war, and my home is farway
I remain covered in despair
And nothing will change it

Sorry if I don't care about what you say
My body's in ashes and my soul don't take away

Take a loot at the city, taken by beauty
Inside of me a cold war, and my home is farway
I'm stucked in disgrace
And nothing will change it
Track Name: Cadaver Em Transe
Olhos que já não ardem
Nas pupilas a ausência
Objetivo concluído com exímia demência

A TV, as pessoas, o trabalho, a cidade...
O mundo fora uma festa, para qual nunca foi chamado

Putrefação crônica, nos vermes a vontade
Que despedaça em ódio, os ninhos da vontade
Cadaver em transe
Olhos que não se mollham
Cadaver em transe
Track Name: Inverted
Over my head a stone and concrete roof
Inverted, than looking down I start a war
Against a floor of stars,
Inverted

Infinitive substract when the processed food
Vital liquid threats to explode my head
The place that's concentrated
And i'm still inverted

In a war against a floor of stars
The position where the snakes ascend curiosity
Inverted
Track Name: Estrada Para Fes
Cada palavra, nas horas de raiva, mentida
Todo o amor, nos momentos de dor, omitido
Todo o desejo, em tempos de medo, escondido

Cada palavra, nas horas de amor, escolhida
Todo o amor, nos dias de fulgor, devolvido
E quando o desejo, mata o medo, resolvido

Onde você se esconde?